Fui patética,sim.

Não, não que eu tenha vergonha.A única coisa, é que, todos esses atos, sem exceção, foram derivados de um mesmo sentimento: rejeição.
Porque assim, quando eu me sinto rejeitada, eu não me tranco em casa com chocolate.Eu faço questão de ir pra rua.Aí, eu me torturo um pouco e as vezes chego até a abrir mão por completo de qualquer traço de dignidade que ainda me reste.
Ou eu costumava fazer isso.
Porque sinceramente, eu tô ficando velha demais pra certas coisas.Não pra divertir, claro.Até porque minha função é essa.As pessoas contam comigo pra ser sempre a mais parceira e sem noção.Uma das minhas queridas amigas, menina de boa família e frequentadora de altas rodas, me considera a criatura mais alternativa,esquisita e non sense que ela conhece.E sabe, eu até gosto de cumprir esse papel.Alguém tem que escandalizar.
O que já não dá mais pra fazer é ficar remoendo o abuso emocional que certas pessoas praticam como esporte.
Eu tenho 30 anos.Eu optei por construir uma vida com alguém.Foi ótimo enquanto durou, mas não deu certo.E hoje me sinto muito sozinha,é verdade.Tenho vontade sim de mandar tudo a putaqueopariu e sumir.Óbvio que eu tenho.Uma vez por semana, no mínimo.Não é fácil ser gente grande.Cansa.É frustrante.Entendia.Mas não mata ninguém.
O que mata é somar isso a doses homeopáticas, porém regulares, de psicose emocional.Eu já até curti viver nessa montanha - russa.Hoje eu olho pra trás e vejo quantas vezes eu mendiguei afeto, pedi esmola, implorei...Fui patética, sim.
Não que eu me isente de culpa.Muitas vezes a escrota fui eu.E karma é uma merda né, nunca falha, então eu paguei - bem caro - por toda e cada uma das sacanagens que eu cometi irresponsavelmente.ATENÇÃO AO TEMPO VERBAL: PAGUEI.Pretérito.
Eu já não me sinto em dívida com as forças cósmicas de causa e consequência.Eu posso me dar ao direito de ser feliz.E isso significa romper com relacionamentos doentios de todo e qualquer tipo - coisa que eu já comecei a fazer alguns meses atrás, mas que atinge seu ápice RIGHT NOW.
Porque assim, tem muita gente que vale a pena por aí pra eu ficar perdendo meu tempo com histórias doídas que eu já sei de cor.E quando eu digo que tem, categoricamente afirmando, é porque tem sim.Tive certeza nesses últimos dias.



Leave a Reply