Máximas e Reflexões [16]

Acho impressionante como as pessoas não dão valor a si próprias.E eu não estou falando aqui de relacionamentos,apesar de discursar bem sobre como é se sentir desvalorizado nesse sentido, mesmo.
Falo em gente que não dá valor à própria opinião.É o que mais tem.E isso me assusta de verdade, porque em plena era de inclusão digital e recursos quase que ilimitados de manifestação pessoal, esse tipo de medo, pra mim, não faz nenhum sentido.Não existe(?) censura, ninguém vai te trancar num porão escuro e torturar seu corpinho por você falar o que pensa.Claro, ressalto que liberdade de expressão tem sim, seu preço.Você pode ser considerado doido,mal educado e intransigente e até mesmo ser excluído do Facebook de alguém,Oh Lord!(=O).Mas eu não me refiro a opiniões que poderiam levar um jornal a parar de circular, nem nada tão extremo assim.Estou falando de coisas simples,cujo único freio aparentemente é "o que vão pensar de mim?"
Tá de brincadeira,né!?
Primeiro, porque não importa o que a gente diz, e mesmo que não diga nada, corre SIM o risco de ser mal interpretado.É inevitável.E, supondo que entendam perfeitamente o que você quer dizer, ainda assim, a chance de alguém discordar de você é muito grande.E alguém VAI discordar de você, não tenha dúvidas.E claro que não será agradável.Pra alguns, chega a ser insuportável.Tem gente que é tão cabeça dura e encana de um jeito, que não há Cristo que demova a pessoa, exigindo paciência e poder de persuasão praticamente infinitos.Mas enfim, isso não vem ao caso.
Talvez você se sinta a última das criaturas no momento, tipo Pokémon do avesso.Essa é minha vida, esse é meu clube.Talvez você seja o maioral do pé na bunda championship e isso faça você se sentir menos, bem menos do que você sempre soube que era.Talvez você pare para se olhar no espelho agora e não entenda bem quem é essa que te olha de volta, porque você era tanto e ela é quase nada.
Talvez alguém tenha te convencido que as suas convicções são todas falsas e que tudo que você fala não passa de conversa de gente metida a rebelde.
Talvez você seja mesmo rebelde.
Talvez você QUEIRA ser isso.
Você tem esse direito, afinal de contas.E se não exercê-lo, ninguém o fará para você.
Então,tente lembrar.Não de quem você é agora,mas de quem você queria ser antes de te convencerem que você não podia.Você pode.
Lembre-se das coisas,quando elas ainda eram boas.Quando elas podiam ser boas.
E quando você lembrá-las, faça por merecê-las.Mereça-se.
Depois, pro resto,dá-se um jeito.


Leave a Reply