A dor do Facebook

Ahã gente,além de todas as outras coisas, Facebook também dói.E lá vou eu para mais uma história.
Facebook,oito e meia da manhã de segunda-feira.Fulano, ex-marido de Beltrana, casou-se."Fulano está casado com Sicrana."Clico em Sicrana, lógico.Sicrana é loira, segura um buquê colorido e está de vestido de noiva.Penso em Beltrana e sinto um aperto no peito.Isso não é bem o que eu chamaria de um belo jeito(com 'J') de começar a semana.
Sinal dos tempos - ou do final deles- é descobrir que casais se formam e se separam pelo Facebook, notoriamente o maior fofoqueiro e falastrão de todos os tempos.O problema é que a riqueza de detalhes,sórdidos ou não, é de derrubar qualquer um.Ninguém merece saber para onde foi que o ex foi no dia seguinte ao término,com quem ou por quê.Nem que estava sorrindo muito.
Em tempos de Marck Zuckerberg e Eduardo Saverin, não tem mais luto: é direto pra farra.E não adianta apenas ir pra festa,nãão! Tem que tirar no mínimo meia dúzia de fotos e criar um álbum.Caso o ex tenha o mínimo de bom senso e não publique as mais íntimas,tem sempre um 'amigo que considera uma ótima idéia tangueá-lo em uma foto comprometedora.O Facebook oferece, a distância de um flash, provas de que o outro vai muito bem,obrigada.Que está mais magro.Que não tem olheiras.Está mais bronzeado e agora frequenta a academia.Que ele está sim, está mais feliz.Enquanto você está aí, de stalker.
Ninguém tem que saber (e repito,não merece saber) dos apelidos românticos que o ex usa com a atual.Ou ninguém era.Agora, após o término de um relacionamento, a alternativa mais apropriada(hã?) é romper laços em redes sociais ou ler, pouco tempo depois, uma enxurrada de palavras melosas que, no meu tempo, só eram ditas em segredos de liquidificador(desculpaí Cazuza, mas eu...).Alguns que ficaram de ex,assinam o recibo e postam as famigeradas indiretas musicais e/ou poéticas, a la "ninguém vai te amar como um dia eu te amei" e demais inverdades.
Se o ditado diz que a fila anda, a timeline voa supersônicamente: 179 históricos novos e o ex marido de Beltrana está casado com Sicrana, que segura um buquê colorido.Papel passado e alianças que ele nunca quis comprar.Tem foto do bolo: três andares e muitos laços.Foto do vestido da noiva pendurado no cabide.Da música que dançaram juntos.Na legenda:" vem matar essa paixão que me devora o coração".É,dói mesmo.
De tal sorte que as relações nunca mais serão as mesmas: o Facebook esfrega na sua timeline a finitude do amor.Logo ele, que se quer infinito.


Leave a Reply